Posts Em Destaque

4º PASSO PARA GESTÃO PARTICIPATIVA: VALORIZAR AS PESSOAS DO JEITO QUE ELAS SÃO.

Concluindo o texto sobre gestão participativa, vamos falar do 4º e não menos importante passo: valorizar as pessoas do jeito que elas são.

Isto pode ser conflitante para alguns tipos de comportamentos/personalidades, que no INATHU, chamamos Grupo Natural de Inteligência.

Para alguns de nós é mais difícil entender porque o outro não se comporta do mesmo jeito que nós. Seria muito mais fácil! Mais rápido! Mais certo. Mas, não é assim que funciona.

Cada qual tem seu jeito próprio de ser. E claro, alguns se parecem muito com o nosso jeito. E outros, absurdamente, totalmente contrários ao jeito que somos e fazemos.

É muito comum para a maioria de nós, achar que as coisas tenham que ser feitas do nosso jeito. E isto gente, é a pior das experiências que um líder pode passar. Certamente terá muitas dificuldades, se assim o fizer.


E, se do contrário, passar a valorizar as diferenças e o jeito natural de cada um?

Certeza, que será mais produtivo, mais gratificante e trará mais resultados.


Como então valorizar mais as pessoas?


- Sabendo elogiar: todos gostam de ser reconhecidos. Para alguns GNIs, a exemplo os Futuristas (com Ativo e Racional), que necessitam muito de elogios. Para outros GNIs não é tão importante o elogio, mas o reconhecimento, sim. E para alguns, como o GNI Fazedor o importante é a justiça, o equilíbrio na equipe, o poder trabalhar e realizar;


- Dando feedback: Tanto se fala em feedback, que pode parecer que todo mundo dá e recebe feedback. Mas a prática nos mostra que a grande maioria dos líderes tem muita, mas muita dificuldade mesmo, de dar feedback. E os motivos são variados: porque têm receio de não serem mais queridos; por receio do que o outro vai pensar; por achar que é uma besteira ter que dar retorno, etc. Enfim, todos nós merecemos no mínimo, de tempos em tempos, receber retorno sobre nosso trabalho. Mas lembrando, que feedback não é sermão, ter razão sempre, e sim é falar o que realmente fará o outro buscar o seu crescimento, com estímulos verdadeiros;


- Ser suporte para a equipe: ser suporte é muito mais que dizer “minha porta da sala está sempre aberta!”. É saber ouvir, é perceber o inaudível, é apoiar, é sugerir, é parabenizar, é apoiar nos momentos difíceis, é incentivar, é treinar, é orientar...... é..(tantas coisas).


Nós do INATHU desejamos a todos os líderes que se conectem cada vez mais, primeiro consigo, e depois com as pessoas que o rodeiam.


Nesta trilha, podemos estar juntos, venha saber como, aqui no INATHU!




Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square