Posts Em Destaque

COOPERAÇÃO EM TEMPOS DE TRANSFORMAÇÕES E INSEGURANÇAS


Todos nós de uma forma ou outra, fomos afetados pela grande virada “de cabeça para baixo” que o mundo deu em 2020. E esta época de incertezas, de paradas forçadas, de consequências na economia global, de colocar em cheque a nossa saúde física e mental, ainda não acabou. E, pelo visto, está longe de terminar.


Aí a grande maioria de nós deve pensar no que fez de diferente, o quanto mudou, o quanto não mudou....

Levando esta onda de mudanças de cenários e grandes desafios vamos falar hoje sobre: COOPERAÇÃO.

O significado de COOPERAR é: atuar, juntamente com outros, para um mesmo fim; contribuir com trabalho, esforços, auxílio; colaborar.


Neste contexto a pergunta é: o quanto eu estou cooperando, seja no trabalho, nas equipes, com minha família, com aqueles que nem conheço, mas sei que precisam de ajuda?


Para algumas pessoas cooperar, ajudar, prestar auxílio é mais fácil por estar na sua natureza inata, faz parte do seu jeito de viver e ver o mundo.

No conhecimento INATHU as pessoas que estão na base de inteligência emocional são as que, em tese, deveriam mais colaborar. Aqueles pertencentes a base de inteligência ativa, já são os que deveriam ou poderiam tomar iniciativa e ações para ajudar o próximo e, os que estão na base de inteligência racional, seriam os que também podem ajudar muito a humanidade através de descobertas que podem fazer total diferença em termos de ciência, avanços tecnológicos, etc.


Isto faz parte da nossa natureza.


Mas vamos parar para pensar em algo mais ao nosso redor. Da cooperação ou não que temos para com o próximo mais próximo. Aqueles que estão ao nosso lado ou não muito distantes na cidade que vivemos, nos arredores.


- Será que eu consigo perceber o desespero, as necessidades do outro (básicas até como falta de alimento, por conta do desemprego, das doenças que o assolam)?

- Será que eu me preocupo tanto comigo, em querer vencer neste grande desafio, que acabo sendo individualista, e só penso no meu próprio “umbigo”?

- Será que ao não dar tanta atenção para as questões de cuidado em relação a propagação da Covid-19, acabo não só me prejudicando, mas a muitas pessoas com quem tenho contato?

- Eu posso não ter medo de “pegar” o coronavírus, mas será que respeito que a minha confiança possa estar colocando outros em risco, quando continuo a fazer os meus passeios, minhas festas, minhas “aglomerações” noturnas ou nos fins de semana?

- Será que vejo meu colega de trabalho, desesperado por não atingir seus resultados, e fico inerte, sem tomar ação para tentar ajudá-lo ou no mínimo ouvi-lo?


Enfim, são tantas as situações que podemos estar negligenciando a nós mesmos e a ajuda aos que necessitam.


Felizmente, existem muitas pessoas que apesar de também passarem por todos os desafios impostos a nós, moradores do planeta Terra, ainda tem um tempo para se dedicar a pensar no outro; a respeitar as mazelas do outro. A tentar fazer o melhor, COOPERANDO sem querer nada em troca, apenas pelo desejo de termos um mundo melhor e mais feliz.


Pensemos todos nisto.

Em que nível está a sua cooperação?



Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

INATHU - R. Pastor Faulhaber, 41

Bairro Velha, Blumenau/SC - CEP: 89036-166