Posts Em Destaque

NOSSAS CRIANÇAS E O DESAFIO DO ESTUDO À DISTÂNCIA.


A realidade do estudo à distância já fazia parte da rotina de uma grande parte das pessoas. Especialmente para aquelas que precisavam estudar e buscar conhecimentos e não podiam frequentar diariamente, um banco escolar.

Agora, pós-pandemia, esta realidade tornou-se presente na vida de todos nós. Até para nossas crianças e jovens. Foi uma adaptação e tanto!

Porém, alguns pais e educadores ainda não conseguiram entender como o estudo pode funcionar melhor para nossas crianças/jovens, a partir da maneira que elas pensam, sentem e agem.

Vamos falar um pouco sobre como as crianças se comportam, conforme o seu GNI – Grupo Natural de Inteligência. Citando alguns GNIs (Grupos Naturais de Inteligência) como exemplo:


GNI NEUTRO RACIONAL – É uma criança/adolescente extremamente observador, que percebe tudo que está ocorrendo ao seu redor. Gostam muito de lógica e precisam entender tudo nos detalhes. Por isto, querem saber como tudo funciona.

No estudo remoto: prestam atenção na aula e no que todos estão falando (professores e demais alunos). Normalmente conseguem ficar bem conectados à aula. Mas se o assunto não tiver lógica, podem viajar mentalmente.

Durante o dia, sua rotina precisa ter uma mescla de atividades, estudo, brincadeiras e principalmente de um tempo livre.

Você sabia que para crianças deste GNI é importante ter um tempo para não pensar ou fazer nada? (Para você, que pertence a outro GNI, deve estar achando isto meio doido, mas é real. Desde criança e para sempre na vida, ela vai precisar ter muita liberdade, ter uma programação durante o dia e o “tal” do tempo livre).


GNI FUTURISTA RACIONAL – São crianças que projetam muitas ideias. Costumam ter uma grande dose de ilusão no seu dia-a-dia. Projetam ideias, brincadeiras e vivem bastante num mundo imaginário. O mundo ideal para elas é o futuro (daqui 1 hora, 1 mês, 2 anos...)

No estudo remoto: como tem um grau acentuado de ansiedade, não conseguem ficar paradas. Precisam se movimentar e/ou pensar muito. Em frente a aula virtual são do tipo de aluno que só presta atenção no que for interessante. É muito difícil ficar “presente” o tempo todo: levanta, brinca com o cachorro, olha o celular, vai para o quarto, volta; enfim, fica se movimentando.

Para crianças/adolescentes deste GNI, a vida é um constante pensar em ideias e coisas. Têm altos e baixos: ora está feliz, bravo, sorrindo, não quer brincar, quer brincar...


GNI FAZEDOR – São crianças muito ativas, que gostam de fazer e do movimento. De atuar, sendo agentes da ação. Gostam de assuntos práticos e preferencialmente que possam ser colocados em prática.

No estudo remoto: Vão se dar melhor nas aulas ou atividades que precisa colocar a mão na massa, onde tem que produzir algo e entregar logo. Assuntos demorados ou que se prolongam para chegar ao fim são horríveis para elas. Preferem assuntos mais rápidos e objetivos.


Viu como nossas crianças, assim como nós adultos, também já demonstram sua personalidade, seu jeito de ser desde bem pequeninas?

E se você soubesse seu GNI, do seu companheiro/a e dos seus filhos?

O que mudaria na vida de vocês?


-Muita coisa, pois você entenderá como cada um funciona de verdade, o que motiva, o que desmotiva, qual melhor horário para estudar, como gosta de ser tratado e o que fará diferença na sua vida.

Uma vida mais equilibrada e muito mais leve, diminuindo os conflitos e tendo mais harmonia nas relações.



Quer saber mais? Vem para o INATHU. Aqui você conhece a si mesmo e aos outros.